ÚLTIMAS NOTÍCIAS

22/03/2019
Futsal Feminino será disputado por equipes
Na noite desta terça-feira (19), ocorreu a primeira reunião para tratar da realização de mais um Campeonato Municipal de Futsal, do naipe feminino. O encontro foi conduzido pelo superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Betinho Giacomossi, e realizado na sede da FME. A grande novidade, implantada pela FME e acatada com unanimidade entre os dirigentes, foi a forma do certame deste ano. Disputado no padrão entre bairros, em 2019 a competição será realizada entre clubes. “Essa será uma forma para que outras atletas possam participar da competição”, comentou o superintendente Betinho, que espera a participação de, no mínimo, seis equipes esse ano. As fichas de inscrições dos clubes começarão a ser entregues na próxima segunda-feira (29). Os demais dirigentes de times que não estiveram na reunião, podem efetuar a inscrição na sede da fundação. No ato da inscrição do clube também serão entregues as fichas de inscrições dos atletas. Na reunião ficou definido ainda que as atletas terão que apresentar a fotocópia do Título de Eleitor de Tijucas. Caso a atleta não possua, deverá ser feito no Cartório Eleitoral. Em caso de transferência, a data não poderá ser após 29 de março de 2019. Confira como ficou a programação: 25 a 29 de março (inscrições dos clubes) 01 a 12 de abril (inscrições das atletas) 16 de abril – 20h na FME (Congresso Técnico) Cada equipe poderá inscrever, no mínimo, nove atletas e no máximo 12 atletas. 26 de abril (Início da competição) Fonte FME
SABER MAIS
22/03/2019
Água que chega às torneiras tem resquícios de agrotóxicos em 22 cidades de SC
Uma análise de amostras da água que é consumida em 100 cidades catarinenses, feita a pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), mostrou que 22 municípios do Estado recebem nas torneiras água com resquícios de agrotóxicos. Entre as substâncias encontradas, há produtos que estão proibidos em outros países no mundo, suspeitos de causarem danos à saúde, e outros que não têm parâmetros estabelecidos pelo governo brasileiro - o que impede avaliar se podem provocar algum dano. As amostras foram coletadas entre março e novembro de 2018, em um programa do Centro de Apoio ao Consumidor do MPSC, em parceria com a Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris) e a Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc). As cidades foram escolhidas com base na relação entre população, cultivo de alimentos e venda de pesticidas. Foram incluídos municípios na Grande Florianópolis, Oeste, Sul, Vale do Itajaí, Norte e Serra.Em 13, das 22 cidades onde foram encontrados resquícios de agrotóxicos na água, havia mais de um princípio ativo presente. O município com maior variedade de pesticidas na água foi Rio do Sul, no Alto Vale, com sete substâncias diferentes. Itapema, no Litoral Norte, teve seis. Veja quais são as cidades onde os resquícios foram encontrados, e quantas substâncias havia na água em cada uma delas: 7 -Rio do Sul 6 - Itapema 5 – Mafra e Itaiópolis 4 – Rio Negrinho 3 – Coronel Freitas 2 - Ibirama, Ituporanga,Porto União, Joinville, Schroeder, Orleans, Gravatal 1 - Taió, Massaranduba, Balneário Gaivota, Tubarão, Balneário Rincão, Jaguaruna, Balneário Camboriú, Balneário Piçarras e Ilhota. Fonte nsc
SABER MAIS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top