home notícias

Oito candidatos a Presidente participam de evento em SC

A semana será movimentada na política catarinense com a presença de oito presidenciáveis no Estado na próxima quarta-feira, para participação no Congresso de Prefeitos da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), que começa nesta segunda-feira (11) no Centrosul de Florianópolis. Dois dos pré-candidatos mais bem colocados nas pesquisas recentes - Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) - já definiram agendas ampliadas e prometem mobilizar militantes e simpatizantes, com reflexos também na pré-campanha local.

Além do congresso da Fecam, Ciro vai se reunir com a executiva nacional do partido em Florianópolis antes de ir ao Centrosul e, depois, estará às 14h no lançamento da pré-candidatura de Manoel Dias a deputado federal, também na Capital. Neste evento da tarde, uma presença garantida é a do deputado estadual Gelson Merisio (PSD), pré-candidato ao governo de SC, em mais um gesto para ter um palanque presidencial aberto no primeiro turno.  

Alckmin é o pré-candidato que mais divulgou compromissos em SC além da Fecam. O tucano chega já amanhã ao Estado, onde terá reuniões, visitas, almoços e coletivas de imprensa em Joinville e Chapecó. Na quarta, na Capital, são previstos reunião na Acate e o almoço-debate do Lide. Em todos os eventos ele terá a companhia do senador Paulo Bauer (PSDB) e o discurso dos dois reforçará a condição do tucano catarinense de pré-candidato ao governo do Estado e a posição de não abrir mão da cabeça de chapa - o que, pelo menos por enquanto, dificulta aproximação com o palanque de Merisio.

Já o MDB de Henrique Meirelles ainda não definiu se haverá agenda adicional do presidenciável no Estado, o que deve ocorrer nesta segunda. A agenda do governador Pinho Moreira (MDB) - que já manifestou publicamente "simpatia" por Alckmin - também não estava fechada até a sexta-feira, e por isso a assessoria não confirmou se ele estará com Meirelles. O pré-candidato do partido ao governo catarinense, deputado federal Mauro Mariani, se encontrará com o ex-ministro da Fazenda, mas não deve participar de possíveis outros atos pelo Estado por conta de viagem marcada para Brasília.

Dos outros presidenciáveis que estarão em SC, João Amoêdo (Novo) deve apenas almoçar com membros do partido depois do congresso. Álvaro Dias e Flávio Rocha ainda não têm agenda confirmada, mas os partidos ainda discutem possíveis compromissos de pré-campanha. Não houve retorno às tentativas de contato com a assessoria de João Vicente Goulart até o fechamento desta edição. 

PT
O espaço destinado ao pré-candidato à Presidência da República pelo PT será utilizado para a leitura de uma carta. Às 9h30min da quarta-feira,  Luiz Inácio Lula da Silva deve ser representado pelo ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza. Ele é um dos fundadores do PT. O Partido dos Trabalhadores lançou a pré-candidatura do ex-presidente na última sexta-feira, em Belo Horizonte. A estratégia de enviar representante também foi utilizada pelo PT na Marcha dos Prefeitos em Brasília, em maio. Lá, quem falou em nome de Lula foi a presidente do diretório nacional do partido, Gleisi Hoffmann. Lula está preso em Curitiba há dois meses. Foi condenado a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

Evento dividido em três eixos 

O Congresso de Prefeitos da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) deve reunir mais de 1,5 mil lideranças catarinenses em uma programação que começa hoje e termina quinta-feira, no Centrosul, em Florianópolis. Em atividade estarão prefeitos, vice-prefeitos, secretários e gerentes municipais, autoridades federais e estaduais, além de servidores públicos de diversas áreas estratégicas, participando de debates e conhecendo produtos, serviços e ações que fazem a diferença nas administrações públicas municipais.

Com o tema Cidades para Pessoas e Soluções para Municípios, o evento deste ano foi formatado em três eixos de debates: Cidades Inteligentes, Gestão Eficiente e Conversa de Prefeitos. Além da reformulação do congresso para torná-lo mais dinâmico e interativo, a programação prioriza os temas que tratam de tecnologia e inovação. A ideia é agregar eficiência na prestação de serviços pelos municípios e promover a troca de experiências bem-sucedidas entre os gestores.

 

Fonte:G1/SC

OUTRAS NOTÍCIAS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top