home notícias

Com menos dinheiro, partidos mudam suas estratégias para as eleições

A campanha para as eleições de 2018 será irrigada com R$ 2,58 bilhões dos fundos eleitoral e partidário, bancados com dinheiro público. O montante representa menos da metade dos R$ 7 bilhões gastos pelos candidatos em 2014, quando as doações de empresas ainda eram permitidas.

Com a mudança de cenário, partidos irão apostar em grandes puxadores de votos, na ampliação do uso de redes sociais e em doações de pessoas físicas.

O DEM liderou o crescimento no Legislativo, atraindo 12 parlamentares. Em seguida, veio PP, com oito. Na ponta oposta do ranking está o MDB: perdeu sete cadeiras.

Para os partidos, reforçar as bancadas federais significa ter acesso a uma fatia maior de recursos públicos nas próximas eleições. Polêmica, a divisão das verbas eleitorais definida pelo Congresso empodera as direções nacionais das siglas. 

 

Fonte:DC

OUTRAS NOTÍCIAS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top