home notícias

Brasileiros desaprovam paralisação e querem controle de preços do gás e do combustível

Sete de cada dez brasileiros avaliam que a paralisação dos caminhoneiros trouxe mais prejuízos do que benefícios ao país e dizem que o governo deve controlar o preço dos combustíveis e do gás de cozinha mesmo que isso resulte em prejuízo à Petrobras.

A pesquisa foi feita pelo Datafolha nos dias 6 e 7 de junho e mostra que 68% da população é contrária à atual política de reajuste de combustíveis adotada pela estatal, que atrela os valores à variação internacional do barril de petróleo e à cotação do dólar.

Por ordem do governo, a Polícia Federal abriu inquéritos para apurar se houve locaute - incentivo de empresas à paralisação-, o que é proibidoPara esse contingente, "o governo deve controlar a Petrobras e baixar os preços dos combustíveis e do gás, mesmo que possa ter prejuízo". Apenas 26% acham que "o governo deve deixar a Petrobras livre para definir o preço dos seus produtos e buscar lucro como outras empresas", postura atualmente adotada.

A pesquisa do Datafolha mostra que 69% dos entrevistados dizem que a greve trouxe mais prejuízos do que benefícios para a população e  só 20% apontam o inverso, afirmando terem visto mais ganhos do que perdas.

A paralisação foi encerrada no dia 31 de maio devido a um acordo entre governo e caminhoneiros. Pontos dessa negociação, porém, como a adoção de preço mínimo para o frete, causaram incertezas jurídicas, reclamações em outros setores e estão sendo parcialmente revistos.

Apesar da redução do diesel, o preço da gasolina nas bombas tem se mostrado mais alto do que antes do movimento, além de a crise de desabastecimento de gás perdurar.

 

Fonte:ND

OUTRAS NOTÍCIAS

22/05/2019
Mulher usa doença de criança para arrecadar dinheiro sem permissão da família em Canelinha
Amanda Grimes, mãe do menino Isaac, de apenas dois anos, usou suas redes sociais para denunciar um crime absurdo. Uma mulher aproveitou que a família do garoto está organizando um bingo e passou pela cidade de Canelinha, onde Isaac reside, pedindo brindes em nome do garoto. Diversos estabelecimentos comerciais, empresários e até mesmo taxistas doaram quantias em dinheiro, pensando que os objetos serviriam para custear o tratamento contra uma doença rara, a Dermatose Bolhosa IgA. A mãe descobriu a fraude quando passou pelas lojas e foi surpreendida pelos empresários, que já haviam contribuído para a causa e estranharam o pedido repetido. "Alerto para que todos os empresários, taxistas, donos de lojas ou qualquer estabelecimento comercial de Canelinha não entreguem brindes para o bingo do Isaac, para qualquer pessoa que não tenha em mãos o ofício assinado por mim durante a retirada do brinde", ressaltou Amanda. Isaac sofre de Dermatose Bolhosa IgA, uma doença rara que aparece em crianças após 6 meses de idade, com picos de incidência aos quatro e cinco anos, com duração de até 4 anos. Inconformada com o ato, a mãe ainda pede desculpas pelo acontecido. "Sei que doaram de bom coração e com certeza essa pessoa pagará a Deus por se aproveitar da saúde de um anjo para se beneficiar". O bingo em prol do menino acontecerá no dia 08/06, às 15h30, no Galpão do Campo dos Veteranos do Moura, em Canelinha. Mais informações pelo 48 9942-3524.   Fonte G.M
SABER MAIS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top