home notícias

Prefeito retorna de Brasília com boas notícias para Tijucas

Nesta semana o Prefeito de Tijucas, Eloi Mariano Rocha esteve em Brasília visitando ministérios e gabinetes de parlamentares em busca de projetos e recursos para Tijucas. Ele estava acompanhado do secretário municipal de Administração e Finanças, Rosenildo de Amorim e do secretário municipal de Saúde, Vilson José Porcíncula.

Entre os compromissos cumpridos na capital federal, destaque para audiências relacionadas à captação de recursos para obras de infraestrutura, saúde e educação.

Em visita ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), Prefeito e Secretários foram atendidos pela Assessora da DIGAP (Diretoria de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais) Gisele Ferreira. Na ocasião, a comitiva de Tijucas recebeu informações sobre o PAR (Plano de Ações Articuladas), verificou a situação de programas aos quais o município já está cadastrado e ainda pode se cadastrar, e também atualizou dados sobre o andamento do repasse de recursos e pagamentos de obras em andamento. Tudo para garantir ainda mais qualidade ao ensino público municipal.

Já no Ministério da Saúde eles foram recebidos pelo Diretor do Departamento de Atenção Básica, João Salame Neto. Na oportunidade, o prefeito de Tijucas pediu recursos para reforma e ampliação das unidades de saúde do município, em especial, para a UBS Dona Calina, do Bairro Praça.Audiência Saúde | Rogério Abdalla
Audiência Saúde | Rogério Abdalla

Em uma segunda audiência, desta vez com o secretário de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde do Ministério, Rogério Luiz Zeraik Abdalla, o pedido de Tijucas foi para a vinda de profissionais da saúde para o município através do programa Mais Médicos. Segundo Abdalla, um profissional já está garantido e deve chegar ao município nos próximos 40 dias. Além disso, um novo edital será aberto nos próximos meses e com isso, há a possibilidade de Tijucas ser contemplada com mais dois médicos do programa. Ainda durante o encontro, o secretário do Ministério da Saúde se comprometeu a auxiliar a administração municipal na elaboração de um novo plano da atenção básica para Tijucas.

CONSTRUÇÃO DO NOVO ELEVADO ESTÁ GARANTIDA PELA ANTT
Além destas audiências, um dos principais objetivos da missão do Prefeito em Brasília foi de renovar o pedido de construção de um elevado na BR 101, no Km 162, nas proximidades do rio Santa Luzia. O pedido foi feito à ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) que é a responsável pelas rodovias federais.

Com a obra, o trânsito pesado será retirado do centro da cidade e ao mesmo tempo, será criada uma nova opção de entrada à cerâmica Portobello. A medida se faz necessária já que seu acesso principal foi prejudicado pelas mudanças realizadas pela ANTT e Autopista Litoral Sul nas marginais da BR 101 no final de 2016.

O projeto do novo elevado será encaminhado à Brasília pela Autopista Litoral Sul e segundo a ANTT, já está incluído no plano de obras dos próximos 5 anos da concessionária.

“Voltamos para Tijucas satisfeitos pelas visitas realizadas e pelo retorno que tivemos às solicitações apresentadas. É sempre muito gratificante poder voltar para a cidade com a garantia de que novos projetos e obras estão sendo encaminhados positivamente pela nossa gestão”, disse o Prefeito.

 

 

Fonte:PMT

OUTRAS NOTÍCIAS

13/07/2018
Mais de 6 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra gripe este ano
Mais de 6 milhões de pessoas que pertencem aos chamados grupos prioritários ainda não se vacinaram contra a gripe este ano. De acordo com o Ministério da Saúde, gestantes e crianças foram os que menos procuraram as salas de imunização, com cobertura de 76,4% e 73,6%, respectivamente. Ao todo, 493.710 grávidas e 3,3 milhões de crianças com idade entre 6 meses e 5 anos ainda não receberam a dose. As informações são da Agência Brasil. Segundo o último boletim epidemiológico da pasta, 50,4 milhões de pessoas foram imunizadas. Desse total, 20,2 milhões são idosos; 4,4 milhões, trabalhadores da saúde; 2,2 milhões, professores; 358,9 mil, puérperas (até 40 dias de pós-parto) e 643,3 mil, indígenas. Conforme o balanço, em todos esses grupos, atingiu-se a meta de vacinação, fixada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em 90%. Desde o dia 25 de junho, os municípios que ainda tinham doses da vacina contra a gripe disponíveis estenderam a imunização também para crianças de 5 a 9 anos e para adultos de 50 a 59 anos, conforme recomendação do governo federal. Nesses dois grupos, já foram aplicadas 997.182 doses, sendo 411.474 em crianças e 585.708 em adultos. Regiões e Estados O Sudeste é a região com menor cobertura vacinal contra a gripe até o momento ­ 84%. Em seguida estão o Norte, com 85%; o Sul, com 90,3%; o Nordeste, com 94%; e o Centro-Oeste, com 99,1%. Entre as unidades federativas, atingiram a meta de imunização Goiás (106,6%), Ceará (104%), Amapá (100%), Distrito Federal (97,3%), Espírito Santo (96,5%), Pernambuco (95,3%), Tocantins (95,2%), Alagoas (94,1%), Minas Gerais (93,9%), Mato Grosso (93,7%), Maranhão (93,7%), Paraíba (92,8%), Rio Grande do Norte (92,3%), Sergipe (92%), Paraná (92%), Piauí (91,4%) e Mato Grosso do Sul (90,2%). Os estados com cobertura vacinal mais baixa contra a gripe são Roraima, com 66,7%, e Rio de Janeiro, com 75,6%. Casos Até o dia 6 deste mês, foram registrados 4.226 casos de influenza em todo o país, com 745 óbitos. Desse total, 2.538 casos e 495 óbitos foram por H1N1, além de 889 casos e 127 óbitos por H3N2. Além disso, há 317 registros de influenza B, com 44 óbitos e outros 482 notificações de influenza A não subtipado, com 79 óbitos.   Fonte:ND
SABER MAIS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top