home notícias

Secretaria de Saúde promove caminhada em alusão ao Setembro Amarelo

A Secretaria Municipal de Saúde vai realizar, na próxima quarta-feira (19), às 8h, uma caminhada em alusão ao Setembro Amarelo, mês de prevenção do suicídio. O ponto de encontro será a Concha Acústica Nagip Elias Abdala e a caminhada vai percorrer ruas do Centro da cidade.

A intenção da Secretaria é chamar a atenção para o tema, extremamente relevante. Durante a caminhada, os agentes de saúde farão abordagens às pessoas para ressaltar a importância de debater o assunto e trocar experiências sobre problemas psicológicos, traumas, tristezas. A ação acontece em consonância com o lema da campanha: “falar é a melhor solução”.

No município, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) tem grupos de apoio a pacientes que sofrem de depressão. Eles são acompanhados por uma equipe de profissionais que permite um tratamento mais integrado. Além disso, o tema tem sido levado aos alunos da Rede Municipal de Ensino através do Programa Saúde na Escola (PSE).

“Reiteramos a importância de debatermos esse assunto. A depressão precisa ser encarada com muita seriedade e temos que mudar a cultura de minimizá-la”, afirma o Secretário de Saúde, Vilson José Porcíncula.

Se você conhece pessoas que estão passando por problemas psicológicos e identifica nelas uma tendência a atitudes extremas, indique ela a procurar o CVV CVV (Centro de Valorização da Vida), ligando para o número 188. Você também é convidado a prestigiar a caminhada e a refletir sobre o assunto.

Setembro Amarelo

O movimento foi iniciado no Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). As primeiras atividades foram realizadas em 2015, concentradas em Brasília. Mundialmente, o IASP (Associação Internacional para Prevenção do Suicídio) estimula a divulgação da causa, vinculado ao dia 10 do mesmo mês, no qual se comemora o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

OUTRAS NOTÍCIAS

18/09/2018
PSE promove ações de conscientização sobre o combate ao Aedes aegypti
As secretarias municipais de Saúde e Educação de Tijucas estão realizando ações de conscientização sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti. As conversas sobre o tema acontecem com alunos do 1º ao 4º ano de escolas municipais atendidas pelo Programa Saúde nas Escolas (PSE). A dengue é uma doença que preocupa os órgãos de saúde do Brasil há muito tempo e está presente em praticamente todo o território nacional. Seu transmissor é o mosquito Aedes aegypti, que também transmite outras doenças, como a Chikungunya e Zika. “Estamos incentivando os alunos no combate à proliferação do mosquito através conversas, debates e vídeos animados que abordam o tema. Queremos engajá-los em cuidados simples como coleta do lixo e tudo que possa acumular água limpa e parada, originando os criadouros do mosquito”, comenta a coordenadora do PSE, Andréa Agripo. "No momento não há casos de dengue no município, mas o combate ao mosquito independe disso e precisa ser uma prática constante de todos nós", afirma o Secretário de Saúde Vilson José Porcíncula. Fique atento a estas informações:  - Só as fêmeas do Aedes aegypti picam as pessoas. Elas precisam de sangue para amadurecer os ovos.  - Cada fêmea deposita mais de 100 ovos por vez nas paredes internas dos recipientes.  - Os ovos podem durar um ano e meio na parede seca do recipiente, mas precisam do contato com a água para se transformarem em mosquitos adultos.  - Eliminar os criadouros e não deixar o mosquito nascer é a principal medida contra as três doenças.  - É importante permitir e acompanhar a visita do agente de saúde na sua casa.   Fonte:PMT
SABER MAIS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top