home notícias

Governo vai fazer pente-fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregularidade. O anúncio foi feito pelo secretário Especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, após reunião, no Palácio do Planalto, para tratar da medida provisória de combate a fraudes no INSS, que deve ser editada pelo presidente Jair Bolsonaro até segunda-feira (14).

Marinho se reuniu com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia) para avaliar o texto da medida provisória. "Há mais de 2 milhões de benefícios que precisam ser auditados, porque têm algum indício de ilicitude. Por isso há necessidade de fazer uma espécie de mutirão para zerar esse estoque", disse Marinho.

Segundo o secretário, o mutirão poderá gerar "uma economia significativa", aos cofres públicos. "Há relatórios de ações anteriores, inclusive convalidados pelo TCU [Tribunal de Contas da União], que demonstram uma incidência de 16% a 30% de fraude nesse tipo de benefício".

Assinatura da MP
O secretário disse que, até segunda-feira, o presidente deve assinar a MP. “Eu acredito que até segunda-feira o presidente vai assinar. Assinando, passa a ser do conhecimento público e a gente vai poder explicar em detalhes o que a gente pretende nesse projeto, que combate a fraude, aperfeiçoa os mecanismos de validação de benefício em todo o país e atende uma preocupação da sociedade como um todo”.

O texto da MP foi submetido à avaliação do presidente. “O presidente já teve conhecimento do teor da MP, mas enquanto ele não assinar, vamos aguardar um pouco”, disse Marinho, acrescentando que as regras da medida provisória devem provocar uma economia na casa de “bilhões de reais”, sem especificar os valores.

 

Fonte:Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS

18/06/2019
Terça é o último dia sob influência do bloqueio atmosférico em Santa Catarina
Para quem não lembra, bloqueio é quando um ar seco impede o avanço de nuvens de chuva que viriam de uma região próxima. Neste caso, as nuvens de chuva estão bloqueadas na fronteira do Brasil com o Uruguai pelo ar seco que está em Santa Catarina. Desta forma, temos nesta terça-feira (18) outro dia com o sol. Porém, com alguns momentos nublados, sobretudo no Vale do Itajaí e Norte. As temperaturas à tarde ficam entre 24°C e 26°C em muitas cidades. Quarta-feira o bloqueio termina Uma frente fria (que é um sistema de chuva) deverá romper este ar seco - saindo com as nuvens da fronteira com o Uruguai. Com isso essa frente fria chega a Santa Catarina, mas com intensidade fraca. Por isso, a quarta ainda terá sol em meio a nuvens. A questão é que esta nebulosidade tem chance de provocar chuva. Porém, deve ser uma instabilidade fraca e mal distribuída. Ou seja, algumas cidades ficarão apenas no aumento de nuvens. Para quem está na Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Norte o dia ainda será quente com marcas entre 27°C e 29°C. Porém, as temperaturas da tarde já diminuem nas cidades próximas do Rio Grande do Sul, sobretudo do Oeste para a Serra. Frio em todo o Estado Esta frente fria vai trazer pouca chuva. Porém, vai fazer com que troque esse ar seco e mais quente por uma forte massa de ar seco e frio. Desta forma, a quinta-feira já terá temperaturas típicas de inverno. O sol estará presente, mas o frio também.     Fonte NSC
SABER MAIS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top