home notícias

Oktoberfest, Marejada e Fenarreco: Santa Catarina tem dez festas típicas em outubro

Outubro não é um mês para os catarinenses ficarem em casa, até porque vai ser impossível arranjar uma desculpa: o que não falta em Santa Catarina neste período é festa típica. São dez eventos tradicionais que celebram a imigração espalhados em cidades por todas as regiões do estado. A festança iniciou nesta semana e segue até o final do mês.

A programação das festas de outubro começou na sexta-feira (4) na cidade de Timbó, no Vale do Itajaí, com a 29ª edição da Festa do Imigrante. A 36ª Oktoberfest - a mais visitada e popular - encerra a programação com três semanas de "chopp e dança" em Blumenau.

A maioria das festas são tradicionais germânicas, mas para quem quiser escapar dos gritos de "Ein Prosit", a sugestão é visitar a 33ª edição da Marejada, em Itajaí, que celebra a cultura portuguesa; ou a 86ª Tirolerfest, em Treze Tílias, que relembra os imigrantes austríacos.

 

 

 

Fonte GM

OUTRAS NOTÍCIAS

18/02/2020
Escola de Samba Unidos de Porto Belo invade a avenida pelo quinto ano consecutivo
A Unidos de Porto Belo é a primeira agremiação cultural a montar uma bateria de escola de samba na cidade. Fundada em 2015, a escola vem realizando belos desfiles e atraindo cada vez mais pessoas para tocar na bateria e desfilar pelas avenidas de Porto Belo durante o carnaval. Neste ano, a Unidos desfila na sexta-feira (21), no Centro, e na segunda-feira (24), se apresenta no bairro Perequê. O samba-enredo deste carnaval é uma homenagem a Carlos Ribeiro dos Santos, o Carlão, fundador e presidente da escola. Nascido na Bahia, ainda menino perdeu a mãe e precisou enfrentar as dificuldades financeiras junto do pai e dos irmãos. Em busca de melhores condições de vida mudou-se para o Rio de Janeiro, onde travou contato com o samba de raiz e criou uma paixão que carrega por toda a vida. Depois de rodar por outros lugares, Carlão vive em Porto Belo há mais de 30 anos e é um dos agitadores culturais da cidade, sempre envolvido com o ritmo que mais representa a cultura brasileira. É toda essa trajetória de luta e alegria que a Unidos de Porto Belo traz para a avenida esse ano. Trajetória que é celebrada pela família de Carlão, toda envolvida muito diretamente com a escola. É o filho Carlinhos Ribeiro, por exemplo, que lidera a bateria da Unidos, que reúne aproximadamente 60 pessoas. Nos últimos meses foram realizados cerca de sessenta ensaios para deixar tudo perfeito no momento do desfile. Carlinhos destaca a importância do trabalho desenvolvido pela escola. “Já estamos ensaiando há cerca de três meses. Muita gente vem tocando há alguns anos, outras chegam novas para aprender um instrumento e isso é muito bonito de se ver. Estamos preparando um desfile lindo e quem nos prestigiar com certeza vai vibrar muito com a gente”, ressalta. O desfile conta ainda com passistas, mestre-sala e porta bandeiras, puxadores de samba, alegorias e tudo o que uma escola de samba tem direito. No desfile, blocos de carnaval da cidade acompanham a agremiação, fazendo com que as ruas da cidade virem, ao menos nos dois dias em que a escola sai, uma grande passarela do samba.       Fonte GM  
SABER MAIS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top