home notícias

Epidemia de desinformação: fake news sobre vacinas levam à queda na imunização em SC

Exceto alguém ou grupo que se expõe de forma deliberada, assumindo os riscos, especialistas acreditam que, em maioria, doenças sexualmente transmissíveis ainda decorrem da falta de informação. Maria do Carmo*, 40 anos, tomou uma atitude que provocou uma briga familiar: não permitiu que a filha de 14 anos fosse vacinada contra o HPV. A vacina atua contra doença transmitida pelo papiloma, vírus que causa cânceres e verruga genitais.

O desentendimento foi com a cunhada, madrinha da adolescente, e que achou absurda a decisão em não permitir que a menina fosse imunizada. Maria do Carmo acredita que, diferentemente do que dizem (a vacina é segura e indispensável para eliminar o câncer de colo do útero) há sérios riscos. Diz ter lido na internet que meninas desmaiavam e tinham febre muito alta após a picada da agulha. Além disso, ela acha que a vacina poderia funcionar como um estímulo para a menina iniciar a vida sexual.

Cientificamente não há vinculação entre a vacina do HPV e a prática sexual das adolescentes. O que está provado é que a vacina é mais efetiva em meninas que ainda não tiveram contato sexual e não expostas ao HPV. Além disso, é nesta idade (dos nove aos 14 anos) que o sistema imunológico apresenta melhor resposta às vacinas.

 

 

 

 

 

Fonte NSC

OUTRAS NOTÍCIAS

06/12/2019
FGTS: saques de até R$ 500 para não correntistas da Caixa nascidos em setembro e outubro começam hoje
A Caixa Econômica Federal libera nesta sexta-feira (6) os saques de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para não correntistas do banco nascidos em setembro e outubro. Trata-se do sexto e penúltimo lote de saques para não correntistas, que totalizam R$ 3,3 bilhões para 9,1 milhões de pessoas. Os sete lotes pagarão cerca de R$ 25 bilhões para 62,5 milhões de trabalhadores. No total, incluindo os correntistas da Caixa que já tiveram o dinheiro liberado, os saques imediatos do FGTS abrangem o total de 96 milhões de pessoas com R$ 40 bilhões nas contas vinculadas. Os saques de até R$ 500 do FGTS começaram em setembro para os correntistas da Caixa, que tiveram o crédito automático em conta. Desde o começo dos saques até 3 de dezembro, a Caixa informou que já foram sacados cerca de R$ 21 bilhões por 48 milhões de trabalhadores, ou seja, 50% do total de contemplados sacaram 52% do total previsto. A Caixa decidiu antecipar o calendário de saques para não correntistas. Com a mudança, todos poderão fazer os saques ainda em 2019. O calendário anterior previa que trabalhadores nascidos de julho a dezembro só fariam os saques em 2020. A Caixa justificou a mudança devido ao grande número de operações realizadas por meios digitais, que acabou desafogando o atendimento que era esperado nas agências. Calendário para quem não tem conta poupança na Caixa: Aniversário em janeiro: saque a partir de 18/10/2019 Aniversário em fevereiro e março: saque a partir de 25/10/2019 Aniversário em abril e maio: saque a partir de 08/11/2019 Aniversário em junho e julho: saque a partir de 22/11/2019 Aniversário em agosto: saque a partir de 29/11/2019 Aniversário em setembro e outubro: saque a partir de 06/12/2019 Aniversário em novembro e dezembro: saque a partir de 18/12/2019 Apesar da mudança no cronograma, a data limite para que o trabalhador faça o saque continua sendo 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até a data, os valores retornam para as contas do FGTS, com a devida atualização monetária e juros correspondentes ao período em que estiveram disponíveis para saque. Caixa faz retiradas de até R$ 500 de contas do FGTS e diz que objetivo é facilitar saque por trabalhadores O saque imediato de até R$ 500 não tem relação com o saque-aniversário, que só começa a ser pago em abril de 2020 (veja mais informações abaixo).           Fonte Divulgação  
SABER MAIS

Peça sua Música

Por favor preencha todos os campos

Contato enviado com sucesso

Top